é só mais letras.

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Deixa que eu te ajudo

Por Lucas Silveira, em 23/11/03.
E a aquela velha história se repetiu e teve um fim. Mas na minha memória eu vou guardar você pra mim. É,você se foi do mesmo jeito que chegou. Você se foi pra sempre e nem me avisou, sequer telefonou. Eu ia te dizer como você era linda (talvez isso ajudasse a mudar), e eu sei que você pode me ouvir ainda (eu sei que tudo pode se ajeitar).Mas você quer acabar com a sua vida. Um guerreiro sem feridas morto ao chão. Quer iludir e fazer com que o culpado seja eu por toda essa ilusão.Deixe o sol secar suas lágrimas, deixe a chuva limpar tua alma de tudo que deixamos pra trás, e vamos viver em paz. Não vá assim. Deixa eu entrar pra sua vida pra ela não acabar.Deixa a lágrima sofrida no seu rosto escorregar. Deixa que eu te ajudo quando você precisar.Saiba que eu daria tudo pra não ir te visitar no seu enterro.é sobre pessoas que acabam com suas próprias vidas quando ás vezes tudo que elas precisavam era saber que sempre tinha alguém lá pra ajudá-las.

Um comentário:

  1. Adorei o post *-*
    Incrível como certos textos faz-nos refletir tanto. (;

    Bjsks :*

    ResponderExcluir

Se for para falar: '-Legal aqui, estou seguindo!'
Vai por mim, não precisa.

Obrigada a quem acompanha