é só mais letras.

sábado, 26 de novembro de 2011

procura


Existem pedaços seus ainda em mim. Gostaria que tu viesses buscá-los, levá-los de volta. Não é muito confortador viver com lembranças tuas me atormentando o sono. Adoraria viver como antes, sem que toda noite pareça a de minha execução. Flores negras rodeiam minha casa, parece que tudo esta subitamente e inexplicavelmente esperando a minha morte. Mas de alguma forma os teus pedaços me fazem respirar. Mesmo que com toda essa dificuldade... Mas os meus pulmões enchem e se esvaziam com uma calmaria de lhe invejar.

Tem se tornado rotina, tenho saído de casa todo finzinho de tarde para lhe procurar por entre essas esquinas e ruas vagas. Por vezes encontro olhos claros como os teus, mas ninguém carrega a dor que encontrei em ti. Deixei cartazes oferecendo minha vida como recompensa em bares e postes mal iluminados. Sim, exatamente, darei a minha vida por ter teus olhos por sobre os meus apenas uma vez.

Alinne Ferreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se for para falar: '-Legal aqui, estou seguindo!'
Vai por mim, não precisa.

Obrigada a quem acompanha