é só mais letras.

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Então é isso. É melhor acabar. Mas não precisa ir se não quiser...


A tua casa fede a cigarro e bebida. A tua alma tem um buraco negro que insiste em me puxar para o fim. Os teus olhos gritam, mas tua boca emudece. Seu corpo todo desfalece propositalmente quando esta em meus braços, mas quando eu me afasto você respira novamente. Você finge a tua morte e causa verdadeiramente a minha. Por que você não acorda? Por que não some de uma vez? Vai, vai embora. Os teus escuros não são bem vindos aqui.

Porque ocupar tanto espaço? Por que roubar minha vida?

Sei que não tu não estas aqui por que queres. Sei dos seus medos de acabar sozinho. Sei da tua vida largada. E sei que só continua aqui porque não tem casa pra voltar. E por mim tudo bem, eu lhe deixo ficar, desde que não interrompa meus fins solitários. Não quero e nem preciso da sua companhia ao saber que estou desfalecendo novamente. Eu não quero que me olhe enquanto eu sangro pela casa. Pode ficar se prometer silencio, se prometer me deixar morrer longe dos teus olhos claros. Pode ficar ainda que me olhando de longe, não porque eu peço, mas porque preciso.

Alinne Ferreira

8 comentários:

  1. triste... como a maioria aqui.
    Me pergunto: Nunca há felicidade em ti Alinne?
    Desculpa a ser intrometido.. mas eu posso sentir sua dor

    ResponderExcluir
  2. Dói quando não precisa ir, mas é necessário. É algo confuso, uma vai e vem desnecessário. Ou não. Dói na verdade, esse tal negócio de amar. (:

    http://cappuccinoeaconta.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. É triste, mas é bonito, menina.
    Um beijo, @pequenatiss.

    ResponderExcluir
  4. Que lindo! Mesmo com toda essa dor, é lindo! E tipo, muita coragem desse eu lírico deixar a razão de sua dor continuar sempre por perto e vê-la morrer aos poucos, mesmo que 'prometa' fazer isso de longe. Tipo, quando alguém nos machuca, tudo o que queremos é que ele vá pra beeeeeeem longe e nunca mais tenhamos que vê-lo, mas esse eu lírico é corajoso, barra todo mundo :]
    Parabéns, lindo texto!
    Ah, e é a primeira vez que eu venho aqui no seu blog, e já comento que o a-d-o-r-e-i e continuarei vindo sempre aqui. Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Nossa, que lindo! Lindo e sincero. Lembra-me de coisas que escrevi no passado... Vou seguir seu blog, amei mesmo! =-)

    Visite o meu, estreei ele esta semana: http://thelabirint.blogspot.com.br/

    Espero que goste. Sucesso!

    Beijo.

    ResponderExcluir
  6. É aquela coisa: a gente não obriga a ficar, mas torce pra que o outro fique.

    Oi Alinne, tudo bom? Te achei pelo tumblr e amei aqui. Te segui. beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá.
    Gostei muito de seus poemas. Um mais lindo que o outro.
    Parabéns pelo talento. um beijo.

    ResponderExcluir

Se for para falar: '-Legal aqui, estou seguindo!'
Vai por mim, não precisa.

Obrigada a quem acompanha