é só mais letras.

sábado, 28 de janeiro de 2012

 um dialogo que não aconteceu e nem acontecera, 
eu e o moreno que roubou o verão. 



A: - Você só não pode ficar ai fora, por favor, entre.
M: - Não posso entrar. Não vê a bagunça que esta ai dentro. Sua casa nunca foi tão desordenada e escura.
A: - Eu sei, eu sei. Desculpe, não deu tempo de arrumar as coisas. Você não me avisou que queria entrar. Mas prometo que lhe será confortador aqui dentro, agora entre pois vai começar a chover.
M: - Desculpe-me, não posso.
A: - Por quê?
M: - Eu tenho medo...
A: [silencio]
M: - Não quero me perder dentro de ti.
A: - Então segure minha mão, que eu prometo jamais soltar a sua.
M:- Mas eu não vou poder te ver. Esta assustadoramente escuro ai dentro.
A: - Então apenas sinta o calor das minhas mãos aquecendo as tuas.
M: - Mas é frio perto de ti, eu sinto frio quando estou contigo.
A: - Entra aqui que lhe faço um café, fecho as janelas, pinto as paredes, compro cortinas azuis e acendo um sol pra iluminar seu rosto assustado. Você só precisa entrar que eu movo o mundo pra te fazer ficar.


Alinne Ferreira

5 comentários:

  1. Que diálogo lindo, que blog incrível. Adorei muito aqui! Parabéns garota, tu consegue demonstrar o que sente através de texto e que textos lindos hein?

    http://11-dezembro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Texto incrivelmente lindo. Tens as palavras em tuas mãos, parabéns menina!
    http://alocat.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Lindo diálogo, adorei teu blog!
    http://garotasdizem.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Alline, na boa, que textos são esses? PERFEITOS!
    Amei esse diálogo. Tu escreve tão bem. Palavras tão profundas...
    Voltarei mais vezes :)

    medpiger.blogspot.com

    ResponderExcluir

Se for para falar: '-Legal aqui, estou seguindo!'
Vai por mim, não precisa.

Obrigada a quem acompanha