é só mais letras.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

(Sobre)viver

Quando se fizer frio em casa (e em mim) eu vou me lembrar de ti, será uma lembrança pequenininha, mas toda delineada de apego. E quando eu sentir sua falta e as fotos e cartas que deixou não me servir de morfina, eu vou sair e caminhar por entre os corredores do prédio, na esperança de tu está perdido como da primeira vez, na esperança de te encontrar. Vou sentar nas escadas no meio da noite com uma xícara de chá nas mãos e ensaiar conversas bobas que tivemos e que nunca terminaremos. Eu vou dizer baixinho, entre alguns goles e lagrimas, que sinto sua falta. E que tu se esqueceste de se despedir.

Mas amor, onde você estiver saiba que batizei uma das estrelas com teu nome. Escrevi nossas promessas em
 um pedaço de papel e colei na parede vazia do meu quarto, pra que me certificastes de que não era delírio meu cada promessa que fizeste a mim. Saiba que cada pedacinho meu que arrastastes contigo, anda me fazendo falta. E que perco a cada dia a vontade de viver. No meio da noite, vejo-me privando meus pulmões de ar. Fico sem respirar, mas estou sem você há tanto tempo que nada, alem do teu abraço, me parece necessário.

Procurei o dia todo por um baú onde guardaria as coisas que deixará para trás, que se esqueceu de levar consigo, mas não achei um que coubesse a mim e minha dor.

 

Tão calma, sobre efeito de remédios.
Tão louca, sobre o efeito da saudade.
Alinne Ferreira.

5 comentários:

  1. Quanta dor, menina, procure por um baú desses bem grandes e guarde nele toda a sua dor, feche-o e jogue longe, peça ajuda a primavera e pare de sobreviver, a vida é linda, vá lá fora, vá VIVER.

    ResponderExcluir
  2. tão bonito o escrito que tua saudade te permitiu....gostei de conhecer o blog!

    ResponderExcluir
  3. A tua sensibilidade e saudade me emocionou de forma belíssima, Alinne. A forma como teu sentimento repousou aqui foi dolorosa de tão bonita.

    ResponderExcluir
  4. "servir de morfina" adorei a forma de expressão ... e quanta coisa realmente serve de morfina, não é?

    ResponderExcluir
  5. Oi Oi linda (;
    passando aqui pela 1ª vez, e eu amei seu blog.
    Esse texto é muito tocante, você escreve e transborda seus sentimentos no textos, muito legal. Então, um beijo ;*
    IDads : http://i-dads.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Se for para falar: '-Legal aqui, estou seguindo!'
Vai por mim, não precisa.

Obrigada a quem acompanha