é só mais letras.

sábado, 8 de janeiro de 2011

Refugio

Refugio. É assim que eu chamava o abraço dele. Refugio significa ABRIGO, LUGAR SEGURO.  E era exatamente isso o que era pra mim <3. Era no abraço dele que eu me sentia bem. Era no abraço dele que eu me esquecia do frio, dos meus problemas, das minhas dores. Eram os braços dele que me anestesiavam *--*.
Aquele abraço era capaz de me fazer voar, capaz de me fazer imaginar coisas impossíveis, coisas que eu sabia que jamais iria acontecer, mas eu imaginava t3.
E agora? O que restou? Apenas lembranças? Recordações? Cadê meu refugio? Meu Abrigo, meu lugar seguro? Aonde tá o carinha que me fez acreditar no impossível? Será que tudo pode um dia acabar assim?
Nunca entendi o motivo de você partir sem mim. E eu nunca vou entender (e nem quero). Pra mim você ainda vai voltar, e mesmo eu sabendo que isso não é verdade, eu prefiro me cegar. Porque isso dói aqui dentro <\3.
E apesar da imensa falta que você tá fazendo eu tô bem viu. Acho todo mundo consegue sobreviver a um coração ferido. Mas não tenho tanta certeza quanto a um destruído. (Alinne Ferreira)

Texto imponente diante da minha grandiosa dor. Espero anciosamente que tudo isso que sinto um dia passe, termine e acabe.  Mais sinto falta de um PEQUENO E IMENSO REFUGIO.29.12.2010  Escutem: I'm with you- A. Lavigne 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se for para falar: '-Legal aqui, estou seguindo!'
Vai por mim, não precisa.

Obrigada a quem acompanha